Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 14/12/2020 - Gerenciamento em Saúde

 Burnout: Fique alerta aos sinais do esgotamento profissional

Imagem de uma mulher em frente ao computador com os braços apoiados na mesa e com os dedos em volta dos olhos.

​​A Síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico caracterizado por um grande esgotamento profissional, físico e mental, estresse e tensão emocional causadas por condições de trabalho desgastantes. Geralmente atinge pessoas que precisam de um grande envolvimento interpessoal na sua profissão, como policiais e professores. Além de alterar o seu rendimento no trabalho, podem surgir outros sintomas como depressão, pensamentos suicidas e sensações de incapacidade e insuficiência.

Existem 12 sintomas característicos do burnout que, de certa forma, são considerados estágios do esgotamento profissional, caso você perceba que possui alguns deles, ou vários, fique atento, tente desacelerar o seu ritmo e procurar ajuda psicológica. Lembrando que nem todas as pessoas precisam apresentar todos os sintomas para estar com o distúrbio. Veja quais são eles:

  • Querer mostrar todo o tempo que seu trabalho tem valor: Basicamente é uma compulsão de querer provar todo o tempo que sabe desempenhar com maestria a sua profissão e cargo.

  • Não conseguir se desligar do trabalho: Chegar se tem um e-mail novo a todo momento, trabalhar fora do horário sem seus chefes pedirem, pensar o tempo todo em trabalho.

  • Deixar suas necessidades em segundo plano: Negligenciar sua noite de sono, alimentação e momentos de lazer para trabalhar.

  • Fugir de conflitos: Você percebe que tem algo de errado mas evita ao máximo alertar as pessoas envolvidas porque não quer se envolver em conflitos.

  • Reinterpretação de valores pessoais: Pensar que outros prazeres como estar com família e amigos, realizar hobbies e momentos de descanso não tem importância. A autoestima começa a vir apenas a partir do que acontece no trabalho.

  • Negar problemas: Aumento da agressividade e sarcasmo. O trabalho dos colegas se torna preguiçoso e mal feitos aos olhos desta pessoa.

  • Se distanciar da vida social: A pessoa começa a trabalhar tanto automaticamente que renega qualquer momento de lazer, como sair com os amigos. Esses momentos se tornam escassos ou inexistente. A vontade desesperada de relaxar pode levar ao uso de álcool e drogas.

  • Mudanças no comportamento: A pessoa começa a ter um comportamento estranho, diferente de como é normalmente. Essa mudança é perceptível facilmente para os entes próximos dela. Se era uma pessoa alegre, que gosta de se divertir, torna-se apática e medrosa.

  • Despersonalização: A pessoa não consegue enxergar e reconhecer a si mesma, não sabe identificar seu próprio valor e necessidades, e nem das pessoas a sua volta.

  • Vazio interno: Para preencher esse vazio interno e existencial, muitos recorrem a comportamentos perigosos nocivos à saúde, como o abuso de álcool e drogas que citamos anteriormente. 

  • Depressão: Sentimento de exaustão, vazio e futuro incerto. Como se a vida não fizesse mais sentido.

  • Síndrome de Burnout: Considerado o “último estágio” do esgotamento profissional. Procure ajuda médica para receber um tratamento específico para você!


Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores