Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 23/10/2018 - Saúde da Criança; Saúde do Adolescente

 Chance de filhos serem obesos como os pais é de 80%

um pai, um avô e um filho jogam futebol na praia. No centro da imagem se lê “#cuidardevocê” em amarelo.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, hoje, quase metade da população brasileira (48,5%) está acima do peso. Os números avançam rapidamente entre todas as idades e classes sociais. Apesar dos fatores hereditários envolvidos na obesidade e no sobrepeso não serem totalmente compreendidos pela medicina e nem determinar que exista um componente genético para a obesidade, alguns especialistas em saúde garantem que a chance dos filhos de pais obesos sofrerem do mesmo problema pode chegar a 80%. Quando só um dos pais sofre de obesidade, a chance do filho ser obeso cai para 50%. Mas, se os pais têm peso normal, a probabilidade de seus filhos tornarem-se obesos é menor que 10%.


Os maus hábitos alimentares e algumas práticas sedentárias, como a substituição dos alimentos naturais e caseiros pelos industrializados e altamente calóricos, a troca das refeições principais por lanches, são fatores que devem ser considerados na determinação da obesidade infantil.


Para auxiliar na luta contra a obesidade infantil, a Unimed Porto Alegre oferece oficinas e workshops voltados para adultos, adolescentes e crianças que precisam criar hábitos saudáveis, focando na reeducação alimentar, atividade física e mudança de comportamento.


As atividades são realizadas por uma equipe de profissionais de saúde e oferecem uma agenda diversificada aos participantes. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 4004-2040.




Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores