Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 28/01/2019 - Notícias; Gerenciamento em Saúde; Saúde da Criança

 Como prevenir as alergias de verão

Uma criança com os braços abertos no mar.

Pessoas com peles mais sensíveis podem sofrer alergias no calor. O incômodo se manifesta a partir de alterações de pele que aparecem sob a forma de urticária (placas pelo corpo com vermelhidão e coceira intensa). A urticária ao calor é um tipo de urticária física. Os principais tipos de alergias são:

  • Brotoejas: erupção cutânea formada por pequenas lesões vermelhas ou da cor da pele. Afeta principalmente as crianças.

  • Dermatite atópica: também conhecida como eczema atópico, é muito comum. Doença crônica da pele que apresenta erupções que coçam e têm crostas, cujo surgimento é mais comum nas dobras dos braços e na parte de trás dos joelhos.

  • Rinite Alérgica: reação imunológica do corpo a partículas inaladas que são consideradas estranhas. Essas substâncias são chamadas de alérgenos.


Pessoas que apresentam essas alergias podem já ter predisposição às mesmas ou desenvolvê-las aleatoriamente. No entanto, há sempre formas de prevenir essas reações do corpo na época mais quente do ano. Confira as dicas:

  • Quanto mais água fria melhor. No verão, opte sempre por banhos frios e tome água gelada. A água quente pode irritar ainda mais a pele e deixá-la mais seca e propícia a alergias. 

  • Evite roupas apertadas. Prefira tecidos que ajudem a pele a transpirar melhor, como algodão e linho.

  • Hidrate bem a pele com cremes  hidratantes hipoalergênicos e sem perfume ou corantes.

  • Nada de ambientes fechados. Deixe o ar circular. 

  • Evite usar muitos cosméticos. A maquiagem também pode causar alergias nas altas temperaturas. Deixe o rosto respirar. 

  • Realize faxinas na casa com mais frequência para eliminar poeiras, ácaros e insetos. 

  • Cuidado redobrado com os mosquitos: passe repelente todos os dias, principalmente nas crianças. Não deixe água parada, pois o verão proporciona as condições ideais de temperatura para a reprodução do Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.


Lembre-se: se você perceber qualquer sintoma diferente, não hesite em procurar um médico.



Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores