Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 11/02/2020 - Alimentação

 Dicas de alimentação para o verão

Imagem de uma mulher sorrindo enquanto segura um garfo com salada verde, na frente dela temos um recipiente cheio de salada.

Com as temperaturas altas do verão, a tendência é que o nosso corpo prefira alimentos mais leves e refrescantes ao longo do dia. Segundo especialistas, o organismo só tem a ganhar com hábitos alimentares mais saudáveis. Além de aumentar o aporte de fibras nas refeições principais, frutas, legumes e verduras têm baixo valor calórico e são fontes riquíssimas de vitaminas, minerais e antioxidantes. Juntos, esses nutrientes têm efeito anti-envelhecimento, previnem doenças, ajudam no bom funcionamento do organismo e até auxiliam no emagrecimento.

Combinado a essa mudança de hábitos nas refeições da família, deve-se ainda priorizar o consumo de grãos integrais, como arroz, feijão, grão-de-bico, soja, lentilha, ervilha, aveia, milho e trigo; gorduras boas no prato, como azeite, óleos, castanhas e nozes, abacate; e a proteína, que pode vir de ovos, carnes, peixes e frangos, sempre em opções magras. Alimentos nutritivos e refrescantes ajudam a enfrentar os dias de calor e garantem mais disposição.


Alimentação simples e saudável

Confira alguns exemplos práticos de como seguir e adaptar essas mudanças alimentares no dia a dia:

  • Organize e planeje sua rotina alimentar. Tente comer apenas quando perceber os sinais de fome, e carregue lanches para esses momentos. Avaliando quando realmente é necessário comer, podemos evitar exageros e chegar com muita fome na refeição seguinte.​

  • Coma em menores quantidades ou evite alimentos ricos em gorduras e sódio, como carnes gordas, queijos amarelos, salgadinhos, biscoitos recheados, sorvetes cremosos, sanduíches com maionese ou molhos gordurosos.

  • Diminua o consumo de açúcar. Acostume-se com o sabor dos alimentos in natura.

  • Substitua o sorvete de massa e os demais doces por picolé de frutas, picolés caseiros ou sorvete de banana congelada.

  • Consuma sal com moderação para evitar retenção de líquidos e hipertensão.

  • Dê preferência a frutas que contêm bastante água, como melão, melancia, abacaxi, pêra, pêssego, laranja, uva e coco verde. Além do alto teor de líquidos, elas têm a capacidade de repor eletrólitos (principalmente sódio e potássio) do organismo. Mas fique atento à quantidade de consumo, pois todas as frutas possuem açúcar também.

  • Não espere o corpo pedir água. Quando isso acontece, ele já está desidratado. Aumente o consumo da bebida nos dias mais quentes.​

De olho nas preparações

  • Aumente o consumo de saladas cruas, pois elas são excelentes fontes de vitaminas e fibras. Evite temperá-las com maionese, queijos cremosos e molhos industrializados, por causa do alto valor calórico e da quantidade de gordura que apresentam. Substitua-os por limão, azeite de oliva extravirgem e ervas, como manjericão, hortelã e alecrim.

  • Na hora de preparar as carnes, prefira os cortes magros. Refogá-los com molhos à base de tomates, grelhados ou assados com temperos e ervas é uma boa opção.

  • Lembre-se de tirar a pele antes do preparo do frango, pois ela tem muita gordura. Prepare-o refogado, desfiado, assado ou grelhado. Evite as versões fritas e empanadas, que acumulam mais gordura.

  • Deixe seu macarrão à bolonhesa mais nutritivo: acrescente ao molho cenoura e beterraba raladas. Além de garantir uma coloração natural à massa, despista o paladar de quem não gosta de legumes.

  • Troque o peixe frito pela versão assada. Forre a assadeira com papel manteiga e acrescente o peixe marinado com ervas. Acrescente um fio de azeite, cubra com papel alumínio e leve para assar. Saboroso e livre da gordura da fritura.


Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores