Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 04/09/2018 - Saúde da Criança; Saúde da Gestante e do Bebê

 Higiene do Sono para crianças

Bebê dormindo na cama ao lado de um ursinho de pelúcia com a hashtag #cuidardevocê em amarelo ao centro.

Você já ouviu falar em Higiene do Sono? Trata-se de um processo que organiza a rotina da criança, o ambiente e os rituais que antecedem o sono, a fim de ajudar a evitar ou minimizar algumas dificuldades ao dormir, como terror noturno, sonambulismo, sono agitado, insônia e pesadelos.

Para a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a quantidade adequada de sono para uma criança é aquela que faz com que ela acorde sem dificuldades, sem sonolência durante o dia e sem afetar, por exemplo, sua memória e atenção. Mas para que isso ocorra é preciso criar hábitos saudáveis, organizar a rotina e o ambiente. Esse processo, conhecido como higiene do sono, torna a criança independente e segura ao dormir.

Para que a higiene do sono aconteça e a criança tenha um sono tranquilo, os pais precisam se sentir seguros sobre como ajudá-la a dormir sozinha. Isso proporcionará conforto, segurança e bem-estar a ela. Por isso, reunimos algumas dicas que irão ajudar nesse processo.

COCHILOS DIURNOS:

Crianças que ainda necessitam dormir durante o dia devem ter esses horários estabelecidos. Evitando os cochilos ao fim da tarde, o impulso para a indução do sono à noite não é perdido.

ATIVIDADE FÍSICA:

Atividades físicas durante o dia favorecem o sono à noite, pois deixam a criança “cansadinha” e embalam o sono noturno. As atividades esportivas devem ser evitadas à noite, pelo menos três horas antes de dormir. Vale lembrar também que muitas atividades extras podem deixar as crianças cansadas e atrasar a hora de ir para cama.

HORÁRIOS REGULARES:

Mantenha horários regulares durante os sete dias da semana. Já os adolescentes podem dormir até duas horas a mais aos finais de semana.

ALIMENTAÇÃO:

Não dê alimentos pesados para a criança pelo menos duas horas antes de dormir bem como cafeína (refrigerante, café e alguns chás) e medicamentos que contenham estimulantes.

ORGANIZE O AMBIENTE:

O quarto deve ter pouco ou nenhum equipamento eletrônico, pois eles estimulam o cérebro e prejudicam o sono. A cama, temperatura do quarto, barulho e travesseiro também devem ser adequados.

HORA DE DORMIR:

Coloque a criança para dormir na própria cama e acordada para que entenda que é hora de dormir. Para não gerar hábitos inadequados e problemas relacionados ao sono, de preferência, não a deixe adormecer com mamadeira ou vendo televisão em um local que não seja a sua cama.

DESPERTAR NOTURNO:

Caso acordem de madrugada, as crianças não devem ir para a cama dos pais. Acalme-as, use luz baixa e fale com tranquilidade. No caso de medo ou insegurança, converse, dê atenção extra e passe segurança para que ela se acalme e volte a dormir. Isso deve ser feito quantas vezes forem necessárias.


FONTES: SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA (SBP)





Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores