Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 12/01/2021 - Gerenciamento em Saúde

 Impactos do isolamento na saúde mental de crianças e adolescentes

Imagem de uma menina deitada na cama olhando para o teto enquanto segura um celular.

Crianças e adolescentes, apesar de sofrerem sintomas mais brandos, estão suscetíveis a se contaminarem com o Covid-19. Porém, um fator à parte da doença em si, mas que tem a ver com o isolamento social, se trata da vulnerabilidade emocional nessa fase da vida, que é bem maior em comparação com os adultos e idosos.

A ausência da rotina escolar e da convivência com os amigos e professores causam um impacto muito grande para a vida deles. Portanto, deve-se prestar atenção e ter cuidado com a saúde mental desse grupo. A ameaça frequente de infecção e a limitação da liberdade de ir e vir também são fatores que geram ansiedade e abalo emocional.


Alguns dos impactos mais comuns são:

  • Insônia;

  • Irritabilidade;

  • Ataques de pânico;

  • Falta de paciência para lidar com as pessoas que moram com essa criança ou adolescente;

  • Episódios depressivos;

  • Desânimo;

  • Sentimentos de medo e solidão.


Alguns cuidados que os pais podem ser tomados para evitar danos maiores no futuro, como o Transtorno Pós-Traumático, eles são:

  • Converse com seus filhos e explique que essa é uma situação passageira;

  • Terapia online é uma ótima alternativa para aliviar os sintomas; 

  • Promova encontros virtuais com os amigos dele para matar a saudade; 

  • Estabeleça uma rotina;

  • Promova uma alimentação saudável 

  • Incentive que façam exercícios físicos; 

Realizar atividades em família, como uma noite de jogos, cozinhar juntos ou assistir a séries e filmes, também é uma boa alternativa para que eles se divirtam, mesmo que seja dentro de casa.​


Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores