Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 22/10/2018 - Gerenciamento em Saúde; Notícias

 Saiba por que a vacinação é importante

Senhor de camisa social estendendo o braço para tomar vacina por um profissional, com a hashtag #esseéoplano.

Em que momento é hora de se tomar uma vacina?  Seja na infância, na adolescência, enquanto adulto ou idoso, basta saber qual o objetivo. Hoje se sabe que as vacinas são o meio mais fácil de se prevenir contra uma série de enfermidades, por isso separamos alguns MITOS sobre a vacinação. Confira!

As vacinas têm vários efeitos colaterais prejudiciais e a longo prazo que ainda são desconhecidos. A vacina pode ser até fatal.

MITO!

Explicação: a maioria das reações são geralmente pequenas e temporárias, como um braço dolorido ou uma febre ligeira. Eventos graves de saúde são extremamente raros e cuidadosamente monitorados e investigados. É muito mais provável que uma pessoa adoeça gravemente por uma enfermidade evitável pela vacina do que pela própria vacina.  Os benefícios da imunização superam em muito o risco.


As doenças evitáveis por vacinas estão quase erradicadas em meu país, por isso não há razão para me vacinar.

MITO!

Explicação: embora as doenças evitáveis por vacinação tenham se tornado raras em muitos países, os agentes infecciosos que as causam continuam a circular em algumas partes do mundo. Em um mundo altamente interligado, esses agentes podem atravessar fronteiras geográficas e infectar qualquer pessoa que não esteja protegida. Programas de vacinação bem-sucedidos dependem da cooperação de cada indivíduo para assegurar o bem de todos.


A influenza é apenas um incômodo e a vacina para a doença não é muito eficaz.

MITO!

Explicação: A influenza é uma doença grave que mata mais de 500 mil pessoas a cada ano em todo o mundo. Mulheres grávidas, crianças pequenas, pessoas idosas com pouco acesso à saúde e qualquer um que possua uma condição crônica, como asma ou doença cardíaca, estão em risco mais elevado para uma infecção severa, que pode levar à morte. A vacinação de gestantes tem o benefício adicional de proteger os recém-nascidos (não há atualmente nenhuma vacina contra a influenza para bebês menores de seis meses).


É melhor ser imunizado por meio da doença do que por meio de vacinas.

MITO!

Explicação: as vacinas interagem com o sistema imunológico para produzir uma resposta imunológica semelhante àquela produzida pela infecção natural, mas não causam a doença ou colocam a pessoa imunizada em risco de possíveis complicações.

Melhor higiene e saneamento farão as doenças desaparecerem – vacinas não são necessárias.

MITO!

Explicação: as doenças que podem ser prevenidas por vacinas retornarão caso os programas de imunização sejam interrompidos. Uma higiene melhor, lavagem das mãos e uso de água limpa ajudam a proteger as pessoas de doenças infecciosas. Entretanto, muitas dessas infecções podem se espalhar, independente de quão limpos estamos. Se as pessoas não forem vacinadas, doenças que se tornaram raras, como a poliomielite e o sarampo, reaparecerão rapidamente.






Comentários

Márcia Balensiefer - 29/11/2018 09:23
Bom dia! Se vc tiver alguma pesquisa sobre necessidade HPV nas crianças, gostaria de ler. Obrigada

Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores