Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

 25/01/2019 - Notícias; Saúde Mental

 Seja gentil com você mesmo

Mulher se olhando no espelho de forma séria e passando a mão pelo queixo. Na imagem está escrita a hashtag #cuidardevocê.

Quando algum amigo está triste, chateado e precisando de carinho, o que você faz? Certamente você oferece um ombro amigo, uma boa conversa e palavras de apoio. Isso é incrível. Mas quando você não está tendo um bom dia? O que faz por você mesmo? Muitas vezes não somos empáticos com os nossos próprios problemas. Acabamos diminuindo nossos sentimentos e não dando a atenção necessárias às nossas angústias. A partir de agora, queremos que você mude essa realidade.

Pesquisas revelam que ser duro demais consigo mesmo é contraproducente. Quando estamos acostumando o nosso corpo a novos hábitos ou tentando ser uma pessoa melhor, não é recomendado que você se cobre demais. Isso tem a ver com um fato curioso, mas inevitável, de como nossos cérebros funcionam. Este órgão poderoso não diferencia pensamentos da realidade externa. Ou seja, quando diz palavras ruins a você mesmo, seu cérebro entende que é uma ameaça externa, assim como um acidente, um assalto, uma briga.  Você pode se machucar e se agredir tanto quanto outra pessoa. E quando chega essa violência, junto aparecem as reações fisiológicas e neurológicas. Esta reação inclui a busca por nossa zona de conforto. Nosso porto seguro é justamente o lugar em que já estamos e o espaço que ocupamos. Sendo inflexível com você mesmo, certamente irão diminuir drasticamente as chances de mudar ou evoluir. Por isso, avalie-se de forma correta. Veja onde errou, mas não faça críticas severas. Não pense sem parar em suas falhas. Em vez disso, foque no que pode ser melhorado.

Se esforce ao máximo para ignorar todo pensamento negativo que a sua mente está tentando dizer sobre quem você é ou sobre o que está fazendo. Julgue-se menos e permita-se ser feliz!


Deixe o seu comentário

Próximas Atividades

Publicações Anteriores