Seu navegador não suporta JavaScript!
Logon

 23/11/2017 - Institucional

 AIDS: a prevenção ainda é o melhor remédio

 Preservativos serão distribuídos nas unidades da Unimed Porto Alegre

Em 1º de dezembro, Dia Mundial de Combate à AIDS, a Unimed Porto Alegre distribuirá preservativos para os clientes em seis unidades próprias de atendimento. "Mesmo com todo o desenvolvimento no tratamento e controle da AIDS, a prevenção ainda é o melhor remédio. O método mais eficaz para isso é o uso da camisinha em todas as relações sexuais, inclusive com parceiro fixo", afirma a médica e coordenadora do Programa Viver Bem da Unimed Porto Alegre, Sílvia de Souza Kretzer.

A médica enfatiza que a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (AIDS) é um conjunto de sintomas que indica ineficiência da capacidade de defesa do organismo contra doenças. Atinge homens, mulheres e crianças. "O Rio Grande do Sul é o estado com o maior número de detecção de casos de aids no Brasil e Porto Alegre apresenta uma taxa de 74 casos de aids por 100 mil habitantes, valor correspondente ao dobro da taxa do Rio Grande do Sul e quase 4 vezes maior do que a taxa do Brasil. Por isso, é sempre importante fazer o teste e se proteger em todas as situações".

Para a médica, o autocuidado é fundamental na busca por maior saúde e qualidade de vida. "É um exercício diário de definição de prioridades e de conscientização corporal e emocional, reconhecendo nossas qualidades e modificando hábitos que não nos fazem bem. Por mais difícil que possa ser mudar um hábito, quando o fazemos para o nosso próprio benefício nos sentimos fortalecidos e aumentamos nossa autoestima". E reforça que a prevenção é essencial:

- Use camisinha em todo e qualquer tipo de relação sexual.

- Use seringas e agulhas descartáveis ou devidamente esterilizadas.

- Exija sangue analisado por exames de laboratório, nas transfusões.

- Esterilize ferramentas médicas, odontológicas e de tatuagem.

- Realize a devida higiene de aparelhos de manicure, acupuntura, etc.

- Trate adequadamente doenças sexualmente transmissíveis, ferimentos ou infecções.

- Faça teste pré-natal: toda mulher grávida deve ser orientada para fazer o teste de AIDS durante os exames pré-natais, pois a detecção precoce do vírus possibilita a tomada de inúmeros cuidados que vão proteger e reduzir muito a chance daquele bebê ser contaminado durante a gestação, o parto e o aleitamento.