Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Logon

Notícias

 10/06/2019 - Institucional

 Entenda a importância histórica das vacinas e os motivos para mantê-las em dia

 Fundamental no controle de epidemias de diversas doenças, as vacinas são historicamente a forma mais eficiente de manter a saúde comunitária.

O Dia Nacional da Imunização é celebrado anualmente dia 9 de junho e possui o objetivo de conscientizar sobre a importância vacinação. Atualmente as vacinas controlam doenças como a caxumba, o sarampo, o tétano e a gripe. No passado foram capazes de erradicar doenças que podiam ser fatais, como a varíola.

No século XVII, o médico Edward Jenner criou a primeira vacina capaz de erradicar a varíola em toda a Europa. Durante 20 anos de pesquisa, Jenner descobriu que trabalhadores rurais que se contaminaram por uma doença de gado semelhante aos sintomas da chamada cowpox tornavam-se imunes à varíola. Depois da observação, em 1746 Jenner passou a infectar pacientes com a cowpox propositalmente. Os infectados apresentavam sintomas leves e, depois de 10 dias, estavam curados e imunes ao vírus epidêmico.

O que são vacinas

A partir do trabalho do médico Jenner foi descoberto que, ao introduzir o agente causador da doença (atenuado ou inativo) no corpo, o sistema imunológico é capaz de produzir anticorpos e células de memória. Esses anticorpos garantem que, ao ser infectada pela doença em si, o paciente apresente uma reação rápida e eficaz contra o vírus, sem sequer apresentar os sintomas iniciais da infecção.

A médica coordenadora da Clínica de Vacinas da Unimed Porto Alegre, Fernanda Longhi, afirma que atualmente as vacinas são um dos modos mais eficazes de manter a saúde coletiva. “As vacinas auxiliam o sistema imunológico na formação de anticorpos contra vírus e bactérias. Dessa forma, os riscos de adquirir uma doença e ter complicações são muito menores, preservando a sua saúde e o seu bem-estar", afirma.

Vacinas no Brasil

As vacinas foram introduzidas no Brasil em 1904, quando o país sofria com diversas doenças - inclusive a varíola - causadas pela falta de saneamento básico e de tratamento de água. Nesse contexto, o médico sanitarista Oswaldo Cruz iniciou uma série de medidas para tentar resolver as epidemias, entre elas a Lei da Vacina Obrigatória. A obrigatoriedade não foi bem aceita pela população na época, em vista do pouco conhecimento sobre as imunizações, o que culminou na Revolta da Vacina.

Desde então o país avançou muito no assunto. Em 1961, passou a produzir vacinas contra a varíola e imunização oral contra a poliomielite. Nas décadas seguintes os brasileiros tiveram acesso a imunização contra o sarampo, a meningite, febre amarela, tétano, hepatite B, rubéola, gripe, entre várias outras doenças.

Manter a carteira de vacinação em dia é fundamental

A vacinação é uma das medidas mais importantes de prevenção contra doenças. “É muito melhor e mais fácil prevenir uma enfermidade do que tratá-la, e é isso que as vacinas fazem" relata Fernanda Longhi. Além disso, a médica aponta a importância da imunização para a saúde comunitária. “As vacinas não protegem apenas aqueles que recebem a imunização, mas também ajudam a comunidade como um todo. Quanto mais pessoas ficarem protegidas, menor é a chance de que qualquer uma delas – vacinada ou não – seja contaminada", afirma.

A Unimed Porto Alegre possui Clínicas de Vacinação em Porto Alegre e Canoas. Confira onde encontrar:

Porto Alegre

  • Unidade Shopping Total - Av. Cristóvão Colombo, 545 – conj. 3015 - Floresta.

De segunda-feira a sábado, das 9h às 20h.​​

  • Unidade Carlos Gomes - João Caetano, n° 207 (esquina Av. Carlos Gomes) - Três Figueiras.

De segunda a sexta-feira, das 13h às 19h e aos sábados das 8h às 13h.​

Canoas

  • Unidade Assistencial Canoas - Conj. Comercial de Canoas - Av. Getúlio Vargas, 5.600 – BR-116 - Centro.

De segunda-feira a sexta-feira das 9h às 13h e das 14h às 19h.


Informações Gerais

Central de Relacionamento com o Cliente 4004 2040

Serviços de Atendimento

SAC 0800 510 4646

Agendamento de Consultas

Unifacil 4020 3113

Emergências Médicas

SOS Unimed 0800 707 0007

Central de atendimento coronavírus

Coronavírus 0800 920 60 62

Informações e Agendamento de Exames

Rede de Serviços Próprios Unimed 2136 4100