Seu navegador não suporta JavaScript!
Logon

 30/11/2016 - Viver Bem

 Unimed Porto Alegre promove ação no Dia Internacional da Luta contra a AIDS

 A prevenção exerce importante papel na queda de incidência da doença na Capital gaúcha

Amanhã, 1º de dezembro, Dia Internacional da Luta contra a AIDS, a Unimed Porto Alegre fará distribuição de preservativos masculinos, envoltos em um material informativo, em algumas unidades de atendimento. Conforme dados do Ministério da Saúde, houve aumento de 97% no número de pacientes em tratamento para a Infecção pelo HIV no Brasil de 2009 a 2015 e isto se constitui um avanço importante para o controle da endemia no País. "Dentre as pessoas vivendo com HIV/Aids, quanto mais pessoas em tratamento, melhor", afirma o infectologista e membro do comitê de Infectologia da Unimed Porto Alegre, Paulo Behar, que também é professor de Infectologia na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e Chefe da Infectologia da Santa Casa.

Contudo, o fato de o Rio Grande do Sul ser o segundo estado com maior taxa de detecção de AIDS no País, com 38,3 casos para cada 100 mil habitantes, é um muito dado preocupante. "Em relação à capital gaúcha, informações recentes da Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde apontam que Porto Alegre é a capital e a cidade com as mais altas taxas de incidência de casos de AIDS no Brasil nos últimos 10 anos, com taxa média de 95,20 casos por 100.000 habitantes na série histórica de 2005 a 2015", destaca Behar.

O especialista informa que nos últimos cinco anos, porém, as incidências apresentam discreta queda, principalmente no ano de 2015, com 74,21 casos por 100.000 habitantes, em comparação a 2014, quando a taxa foi de 90,9 casos por 100.00 habitantes. "Possivelmente, dados a serem divulgados pelo Ministério da Saúde no próximo dia 1 de dezembro mostrem taxas um pouco mais baixas. O diagnóstico precoce por meio da maior oferta de teste rápido, as estratégias de "Atendimento Compartilhado na Rede de Saúde", "Testar e Tratar" e "Tratamento como Prevenção" podem estar colaborando para a diminuição destas taxas, uma vez que impedem a progressão da fase assintomática para a fase de aids", aponta o médico. 

A diminuição do coeficiente de mortalidade por AIDS em Porto Alegre vem ocorrendo desde 2011. "Acredito que um dos fatores importantes para esse resultado, além do trabalho transversal multiprofissional do Comitê de Mortalidade por Aids e do engajamento crescente dos profissionais da saúde,  é a disseminação da informação, o que gera mais prevenção e cuidado e menos preconceito", conclui o infectologista. Mas alerta: "Infelizmente, em comparação a outras cidades brasileiras, Porto Alegre segue tendo a maior mortalidade, o que evidencia a importância de manter constantemente  esforços da sociedade  assim também como promover ações educativas".

Os preservativos serão distribuídos no dia 1º de dezembro nos seguintes pontos da Unimed Porto Alegre:

- Casa Bem-Estar: Rua Miguel Tostes, 823

- Equipe Multi: Rua dos Andradas, 1001

- Sede da Unimed Porto Alegre: Avenida Venâncio Aires, 1040

- Shopping Total: Av. Cristóvão Colombo, 545, Prédio 3

- Zona Norte: Av. Assis Brasil, 3.940, loja 2

- Zona Sul: Av. Wenceslau Escobar, 2.320, loja 2

- Unifácil: Av. Farrapos, 1602

- Canoas: Av. Getúlio Vargas, 5.600 (BR-116) – Conjunto Comercial Canoas